Loading...
LETRA

Bill Horton was a cautious man of the road
He walked lookin' over his shoulder and remained faithful to its code
When something caught his eye he'd measure his need
And then very carefully he'd proceed

Billy met a young girl in the early days of May
It was there in her arms he let his cautiousness slip away
In their lovers twilight as the evening sky grew dim
He'd lay back in her arms and laugh what had happened to him

On his right hand Billy tattooed the word love and on his left hand was the word fear
And in which hand he held his fate was never clear
Come Indian summer he took his young lover for his bride
And with own hands built a great house down by the riverside

Now Billy was an honest man he wanted to do what was right
He worked hard to fill their lives with happy days and loving nights
Alone on his knees in the darkness for steadiness he'd pray
For he knew in a restless heart the seed of betrayal lay

One night Billy awoke from a terrible dream callin' his wife's name
She lay breathing beside him in a peaceful sleep a thousand miles away
He got dressed in the moonlight and down to the highway he strode
When he got there he didn't find nothing but road

Billy felt a coldness rise up inside him that he couldn't name
Just as the words tattooed 'cross his knuckles he knew would always remain
At their bedside he brushed the hair from his wife's face as the moon shone on her skin so white
Filling their room with the beauty of God's fallen light

TRADUÇÃO

[Homem cauteloso]
Bill Horton era um homem cauteloso da estrada
Ele andou olhando por cima do ombro e permaneceu fiel ao seu código
Quando algo lhe chamou a atenção que ele medir sua necessidade
E depois com muito cuidado que ele prossiga

Billy conheceu uma jovem, nos primeiros dias de maio
Foi lá em seus braços, ele deixou sua cautela escapar
Em seu crepúsculo amantes como o céu da noite ficou turva
Ele deitou-se em seus braços e rir o que tinha acontecido com ele

Em sua mão direita, Billy tatuado a palavra amor e à sua mão esquerda era a palavra medo
E em que mão ele segurava seu destino nunca foi clara
Vem verão indiano ele levou sua jovem amante de sua esposa
E com as próprias mãos construiu uma casa grande para baixo na beira do rio

Agora Billy era um homem honesto que ele queria fazer o que era certo
Ele trabalhou duro para preencher suas vidas com dias felizes e noites de amor
Sozinho em seus joelhos na escuridão para firmeza ele orar
Para ele conhecia em um coração inquieto a semente da traição leigos

Uma noite Billy acordou de um nome chamando sonho terrível "de sua esposa
Ela ficou respirando ao seu lado em um sono tranquilo a milhares de quilômetros de distância
Vestiu-se à luz da lua e para baixo para a estrada ele caminhou
Quando ele chegou lá, não encontrou nada, mas estrada

Billy sentiu um frio subir dentro dele que ele não podia nomear
Assim como as palavras tatuado 'cruzar os dedos que ele sabia que sempre permanecem
Em sua cabeceira, ele afastou o cabelo do rosto de sua esposa como a lua brilhava em sua pele tão branca
enchendo a sala com a beleza da luz caído de Deus