Loading...
LETRA

Vivo do calor dos teus abraços
Meu amor o que é que eu faço nesta vida sem você?
Quando vem o canto da cigarra
A saudade desamarra, meu destino é sofrer

Viver dia e noite sem os beijos teus
Sinceramente não vai dar pra suportar
É como se de repente
Me faltasse o próprio ar

Sei que o ciúme
Em mim fala mais alto
Mas, meu benzinho, quero agora o teu perdão
Você sabe que meu peito não aguenta solidão

Meu amor, por caridade
Não me deixe na saudade, não me faça padecer
Porque você foi embora
Se até minha viola sente falta de você?

Vivo do calor dos teus abraços
Meu amor o que é que eu faço nesta vida sem você?
Quando vem o canto da cigarra
A saudade desamarra, meu destino é sofrer

Viver dia e noite sem os beijos teus
Sinceramente não vai dar pra suportar
É como se de repente
Me faltasse o próprio ar

Sei que o ciúme
Em mim fala mais alto
Mas, meu benzinho, quero agora o teu perdão
Você sabe que meu peito não aguenta solidão

Meu amor, por caridade
Não me deixe na saudade, não me faça padecer
Porque você foi embora
Se até minha viola sente falta de você?