Loading...
LETRA

Eu quero ser controlado pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus

A paixão que alucina, não me serve
Nem o desejo lascivo que arde e ferve
Não permitirei que me dominem
Já tomei a minha decisão
Como soldado do exército vou caminhar
Vou viver a santificação
Quero andar como carta viva de cristo
Não me arrisco pra sofrer condenação

Em mim queima o fogo Inextinguível
Que me guarda e livra da perdição
Como servo a santidade me é possível

Eu quero ser controlado Pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus

A paixão que alucina não me serve
Nem o desejo lascivo que arde e ferve
Eu não permitirei que me dominem
Já tomei a minha decisão
Como soldado do exército vou caminhar
Vou viver a santificação
Quero andar como carta viva de cristo
Não me arrisco pra sofrer condenação

Em mim queima o fogo Inextinguível
Que me guarda e livra da perdição
Como servo a santidade me é possível

Ohhohh......

Eu quero ser controlado Pelo verbo
Quero ser controlado pelo verbo
Como servo quero ser controlado
Pelo verbo, verbo de Deus