Loading...
LETRA

Uzias teve que morrer pra Isaías romper
Alto e sublime ele viu tua glória
Uzias teve que morrer
No ano em que o velho vai é o tempo que o novo vem
Quero tua brasa, senhor
Ai de mim, sei que não sou merecedor

Move as portas da minha história
Com a tua voz, sou a tua casa
Me envolva em tua fumaça
Rasga o céu e vem, quero ir além

Enche o templo de glória
Sou teu templo agora
Cubro o rosto, cubro os pés
Santo é este lugar
Enche o templo de glória
Sou teu templo agora
Ergo as mãos, santo és
Vim te adorar

Fala, senhor: A quem enviarei? E quem há de ir por nós?
Então responderei: Envia-me, eis-me aqui, envia-me
Envia-me, eis-me aqui, envia-me
Só quero tua visão, cego não serei, envia-me