Loading...
LETRA

Como é tão triste
Viver a vida na solidão
Ficar sem rumo
Andar no escuro, na contramão.
Quando anoitece
Saudade desce, pra machucar...
Neste abandono
Não tenho sono, só sei chorar.
Eu saio à noite
Vou ao boteco lá da esquina
Bebo cachaça, bebo cerveja
Encho a turbina...
No desespero
Encho o cinzeiro que agonia
Volto pra casa, coração em brasa
Só noutro dia

Ai, ai, ai, ai, lá, lá, ra, lará...
Esta paixão no meu coração
Está judiando e vai me matar;
Ai, ai, ai, ai, lá, lá, ra, lará...
Preciso ajuda,oh, deus me acuda
Me Mande alguém pra me salvar..

Eu saio a noite... estc