Loading...
LETRA

Garçom aumenta o som aí
Quero ouvir de novo aquela do zezé
Traz pra mim outra cerveja traz o que tiver
Mais uma vez eu vou beber por essa mulher

Repete aí a música "saudade bandida"
Depois toca "é o amor" a minha preferida
E pra curar meu tédio a minha válvula de escape é a bebida

Só Deus sabe o que passei pra aguentar
Por isso eu venho aqui me embriagar
Põe pra tocar aquela apaixonada

Garçom arreia mais cerveja, desce por favor
Que tô brindando aqui sozinho essa minha dor
Todo homem chora
Quando alguém que ama vai embora, o homem chora
Repete aquela outra vez que fala da bandida
Eu já nem lembro mais qual minha preferida
Põe do cd a moda que é sofrida, que é bem doída
Só ela faz lembrar o amor da minha vida

Só Deus sabe o que passei pra aguentar
Por isso eu venho aqui me embriagar
Põe pra tocar aquela apaixonada

Garçom arreia mais cerveja, desce por favor
Que tô brindando aqui sozinho essa minha dor
Todo homem chora
Quando alguém que ama vai embora, o homem chora
Repete aquela outra vez, que fala da bandida
Eu já nem lembro mais qual minha preferida
Põe do cd a moda que é sofrida, aquela bem doída

Garçom arreia mais cerveja, desce por favor
Que tô brindando aqui sozinho essa minha dor
Todo homem chora
Quando alguém que ama vai embora, o homem chora
Repete aquela outra vez, que fala da bandida
Eu já nem lembro mais qual minha preferida
Põe do cd a moda que é sofrida, que é bem doída
Só ela faz lembrar o amor da minha vida