Loading...
LETRA

Mulher
Deixaste a moradia
Pra viver de boemia
E viver nos cabarés

E eu pra nao morrer de tristeza
Me sento na mesma mesa mesmo sabendo que és

E hoje nos vivemos de bebida
Sem consolo sem guarita
No mundo enganador
Quem era eu,
Quem era tu
Quem somos agora,
Companheiros de outrora,
Inimigos do amor