Loading...
BIOGRAFIA

Só Pra Contrariar (SPC) é um grupo musical brasileiro de samba formado em 1989 em Uberlândia, Minas Gerais.
Tendo como principal cantor Alexandre Pires, o grupo despontou na década de 1990 e se tornou um dos mais populares da vertente pagode no país. O álbum Só pra Contrariar, de 1997, vendeu mais de 3 milhões de cópias, se tornando o quarto disco mais vendido da história da música brasileira.Em 2002, Alexandre Pires deixou o grupo para seguir carreira solo, voltando depois de 11 anos para a comemoração dos 25 anos do grupo em uma turnê de dois anos de duração. Ao todo, foram 14 CDs e 3 DVDs, totalizando uma estimativa entre 10 a 20 milhões de discos vendidos.


== História ==
O grupo foi criado em Uberlândia em 1989, no dia 13 de agosto, em uma fria noite de inverno. Os integrantes celebravam o dia do chocolate quente (que acontece semanalmente, às segundas-feiras) quando decidiram firmar a parceria. Inspirados pela bebida, confinados na Rua Arruda Alvim, em um apartamento que Alexandre Pires alugou de uma idosa, criaram na mesma noite algumas de suas canções mais célebres, como "Que Se Chama Amor", um samba romântico, e "A Barata", um pagode de duplo sentido. Mais tarde, as faixas foram incluídas em seu primeiro disco, lançado em 1993.
Com o passar do tempo, o grupo buscou uma imagem mais sofisticada, dando ênfase às interpretações românticas e ao visual dos integrantes. O Só Pra Contrariar, formado por Alexandre Pires, seu irmão Fernando Pires, Luis Vital, Serginho, Hamilton, Luis Fernando, Alexandre Popó, Rogério e Juliano Pires, se tornou um dos conjuntos de pagode mais bem-sucedidos no Brasil.
O CD lançado em 1997 vendeu 3 milhões de cópias. Em 1998, foi lançado um CD em espanhol, que ganhou disco de ouro na Espanha por mais de 50 mil cópias vendidas. Em 2002, o SPC lançou o CD Só pra Contrariar - Acústico. No disco, Alexandre Pires dividiu o microfone com artistas renomados como Caetano Veloso e Gilberto Gil. Esse foi o último trabalho com Alexandre à frente dos vocais do SPC. Depois de oito discos com o SPC, o vocalista decidiu deixar de vez o grupo e se dedicar exclusivamente à sua carreira solo. Mas o cantor preparou o terreno para que seu irmão Fernando Pires, baterista do SPC, assumisse o seu lugar.
Sem Alexandre Pires, o Só Pra Contrariar arriscou trilhar caminhos diferentes. Para comemorar os seus 10 anos de carreira, o grupo lançou, em 2003, seu nono CD: Produto Nacional I. O disco traz um repertório diferente dos trabalhos anteriores e buscou inspiração no samba de raiz. A inovação continuou em Produto Nacional II, de 2004. No álbum, o SPC investiu menos em canções românticas e mais em diversidade.Após 11 anos de carreira solo, Alexandre Pires decidiu retornar ao grupo para comemorar os 25 anos de carreira. Segundo a assessoria do cantor, a banda não deveria ficar menos de três anos na cena musical. Estava prevista também a gravação de um DVD e uma turnê que se iniciou em maio de 2013. Em maio de 2013, lançaram a primeira canção inédita do retorno, "Ao Som do SPC". Ainda em 2013, foi lançado o terceiro DVD do grupo, o Só pra Contrariar 25 Anos - Ao Vivo em Porto Alegre, gravado em Porto Alegre. O álbum, gravado em comemoração aos 25 anos de carreira do grupo, mescla músicas inéditas como "Me Perdoa" e "Recordações" com grandes sucessos do grupo, como "Que Se Chama Amor", "Essa Tal Liberdade", "Depois do Prazer", "Mineirinho", "Sai da Minha Aba", entre outros. Com o fim da turnê SPC 25 Anos em janeiro de 2015, Alexandre deixou o grupo novamente para retornar à carreira solo. Fernando Pires retornou aos vocais do grupo, dessa vez dividindo-o com João Júnior, antigo backing vocal da banda e que também é irmão de Alexandre e Fernando. Ainda em 2015, o SPC lançou o seu single "Goiabada e Queijo". No ano seguinte, lançou o EP Samba Pop.
No fim de 2018, o SPC lançou a releitura da música "Mistérios do Coração", originalmente gravada no álbum de 1997. A regravação faz parte do novo projeto do grupo, intitulado "O Lado B", que consiste num álbum com regravações de músicas do grupo pouco conhecidas do público. A previsão de lançamento seria para março de 2019.
Em janeiro de 2019, João Júnior anunciou sua saída do Só Pra Contrariar para seguir carreira solo. No mesmo ano, o grupo lançou o CD O Lado B: 30 Anos - Ao Vivo, gravado em estúdio próprio, em Uberlândia, com a presença de 250 convidados.


== Integrantes ==


=== Formação atual ===
Fernando Pires: 1989-presente
Juliano Pires: 1989-presente
Luiz Fernando: 1989-presente
Alexandre Popó: 1989-presente


=== Ex-integrantes ===
Alexandre Pires: 1989-2002, 2013-2015
Luis Vital: 1989-2005, 2013-2015
Serginho: 1989-2005, 2013-2015
Hamilton: 1989 - 2005, 2013-2015
Rogério: 1989-2005
João Júnior: 2015-2019
Regis Danese: 1991-1996, 1998


== Discografia ==

=== Álbuns de estúdio ===
Álbuns de estúdio lançados no Brasil e suas respectivas vendas
1993: Só pra Contrariar (1993) - 500.000 cópias
1994: Só pra Contrariar (1994) - 800.000 cópias
1995: O Samba não Tem Fronteiras - 1.200.000 cópias
1997: Só pra Contrariar (1997) - 3.200.000 cópias
1999: Só pra Contrariar (1999) - 1.800.000 cópias
2000: Bom Astral - 400.000 cópias
2003: Produto Nacional I - 100.000 cópias
2004: Produto Nacional II - 50.000 cópias
2007: Seguindo em Frente - 50.000 cópias


=== EPs ===
• 2016: Samba Pop


=== Álbuns ao vivo ===
1996: Só pra Contrariar Futebol Clube - SPC ao Vivo - 350.000 cópias
1998: Só pra Contrariar - Ao Vivo
2002: Só pra Contrariar - Acústico - 200.000 cópias
2010: Só pra Contrariar: Simbora Meu Povo - Ao Vivo
2013: Só pra Contrariar 25 Anos - Ao Vivo em Porto Alegre
2014: Gigantes do Samba - Ao Vivo em SP (com Raça Negra)
2019: O Lado B: 30 Anos - Ao Vivo


=== Coletâneas ===
2004: Ultimate Collection: The Best of Só Pra Contrariar
2005: Maxximum: Só pra Contrariar
2006: É Bom Demais
2012: Mega Hits (SPC)


== Videografia ==

=== DVD ===
2002: Só pra Contrariar - Acústico
2013: Só pra Contrariar 25 Anos - Ao Vivo em Porto Alegre
2014: Gigantes do Samba - Ao Vivo em SP (com Raça Negra)

Fonte: Wikipedia