Loading...
BIOGRAFIA

Roxette foi um grupo pop rock fundado em 1986, na cidade de Halmstad, Suécia. Os membros dos Roxette eram Per Gessle (nascido em 12 de janeiro de 1959) e Marie Fredriksson (nascida em 30 de maio de 1958 e falecida em 9 de dezembro de 2019) . Eles são considerados a segunda banda sueca mais bem-sucedida comercialmente de sempre, depois do ABBA. Eles já venderam 60 milhões de álbuns, incluindo 3,5 cópias nos EUA. Entre 1989 e 1991, a banda conseguiu emplacar quatro canções ("The Look", "Listen to Your Heart", "It Must Have Been Love" e "Joyride") no nº 1 da Billboard Hot 100 (EUA).

A história do Roxette começou 1986, quando Per e Marie, já conhecidos por seus trabalhos em outros grupos, resolvem se unir, seguindo uma ideia da gravadora EMI sueca. Marie, que tinha carreira solo crescente, ainda reluta com essa união, mas acaba topando.

Escolhem o nome "Roxette", inspirados na canção homônima da banda Dr. Feelgood e gravam seu primeiro single, "Neverending Love", que rapidamente se torna um hit. Com o sucesso, até certo ponto, inesperado, Per resolve que as músicas que seriam usadas em seu terceiro álbum solo sejam usadas para o primeiro do Roxette. Assim é criado o disco Pearls of Passion, que confirma o carisma da dupla em seu país de origem. Em 1987, o duo sai em turnê pela Suécia, com o tour Rock Runt Riket ("rock pelo país"), chegando a tocar para mais de 100 mil pessoas. Neste mesmo ano, eles lançam o single "I Want You", que contou com a participação de outros nomes da música sueca, como Ratata e Eva Dahlgren.

Em 1988, o Roxette lança um novo disco, Look Sharp!. Mantendo a escrita, o novo álbum é um sucesso tremendo em sua terra natal, mas fora da Suécia passa totalmente batido. Mas aí a sorte também dá o seu recado: um estudante americano que estava fazendo intercâmbio na Suécia leva o disco para os Estados Unidos e mostra o trabalho para o pessoal de uma rádio em Minneapolis. Os DJs viram ali um sucesso: a faixa "The Look". A música entra na programação da rádio e começam a chover pedidos para a que a música toque mais. Aos poucos, a faixa vai parar nas mãos de outras emissoras e "The Look" estoura nos em todos os Estados Unidos. Até então, a dupla nem tinha ideia de que era sucesso do outro lado do Atlântico, tanto que o disco nem havia sido lançado nos Estados Unidos. Assim que descobrem, o disco é oficialmente lançado e a partir daí o Roxette sai para dominar o mundo. Look Sharp! vende por volta de 8 milhões de cópias e tem outros singles entre os primeiros colocados na parada americana: "Listen To Your Heart" (#1), "Dangerous" (#2) e "Dressed for Success" (#14). A banda então parte para a sua primeira turnê fora da Suécia, que passa por vários países europeus.

Per, que havia escrito uma canção natalina em 1987, chamada "It Must Have Been Love (Christmas for the Broken-Hearted)", é convidado pela Touchstone Pictures para incluir uma faixa na trilha de Pretty Woman (Uma Linda Mulher). A faixa escolhida é "It Must Have Been Love", agora sem os trechos com citações natalinas, novos instrumentos e novo vocal. O filme fez um enorme sucesso e ajudou "It Must Have Been Love" a alcançar novamente o primeiro lugar nos Estados Unidos, o que também contribuiu para que as vendas da trilha sonora batessem os 9 milhões de cópias no mundo todo.

No verão de 1990, a banda já se preparava para o novo disco. Dizem as lendas que Per chegou um dia em casa e encontrou um bilhete com a seguinte mensagem: "Hej din tok, jag älskar dig! Woody". ("Hello you fool, I love you! Woody", em inglês). "Woody" era o apelido de sua esposa, Asa Nordin. Na mesma época ele ouviu, em uma entrevista, Paul McCartney dizendo a palavra "Joyride", em relação à sua criação musical com John Lennon, que segundo ele, era "uma viagem de alegria". Com estas duas mensagens na cabeça, Per vai para o estúdio e cria "Joyride", carro-chefe do álbum com o mesmo nome. Esta música é lançada como primeiro single e alcança o primeiro lugar na parada americana. O videoclipe de "Joyride" chegou a passar 12 vezes em um único dia na MTV americana devido aos pedidos dos fãs e em 1991 ganhou o VMA na categoria "escolha da audiência europeia". O álbum vem recheado de hits, entre eles "Fading Like a Flower", "Spending My Time" e "The Big L". Em setembro, a banda dá início à Join The Joyride World Tour, agora passando pelos Estados Unidos, Austrália e América do Sul. "Joyride" é o maior sucesso do grupo até hoje, tendo vendido mais de 11 milhões de cópias.

Um ano depois, é lançado o álbum "Tourism", que contém canções gravadas durante a Join The Joyride World Tour e também algumas músicas ao vivo, também desta turnê, que incluiu uma passagem pelo Brasil. É deste disco mais um grande hit da dupla, "How Do You Do!". Junto com o álbum, é lançado o vídeo do show gravado em Sydney (Austrália), [iJLive-Ism[/i]. É deste ano o terceiro trabalho solo de Marie, Den Ständiga Resan, lançado na Suécia.

O duo resolve que é hora de tirar umas férias e os boatos sobre o fim do Roxette começam a crescer. Mas, mostrando o contrário, eles aceitam o convite da MTV para gravarem um concerto acústico, que nunca foi lançado em disco, sendo lançado em DVD apenas em 2006 no The RoxBox. O grupo ainda participa de mais uma trilha sonora, agora para Super Mario Bros, com a música "Almost Unreal", e emplaca um dos grandes hits europeus de 1993.

Mais dois anos se passam, e em 1994 é lançado o disco Crash! Boom! Bang!, considerado pela própria Marie como representando "um Roxette adulto". O álbum foi gravado em vários estúdios, em cidades como Londres, Estocolmo, Halmstad (Suécia) e na ilha de Capri (Itália). O primeiro single foi "Sleeping in My Car", que vem seguido da faixa-título do álbum, uma das maiores baladas do Roxette. "Fireworks" e "Run To You" também são lançadas como single ainda em 1994. Nos Estados Unidos, a banda lança uma edição com 10 músicas do álbum Crash! Boom! Bang!, em conjunto com uma promoção do McDonald's, seis meses antes do lançamento oficial. Favorites From Crash! Boom! Bang! vendeu mais de um milhão de cópias e provou a força que o Roxette ainda tinha nos Estados Unidos.

Uma nova turnê mundial é iniciada, mas dessa vez a América do Norte acabou ficando de fora, devido aos problemas de divulgação e ao boicote ao Crash! Boom! Bang! oficial. A banda então toca pela Austrália, Europa, Ásia, África e América do Sul. Na Crash! Boom! Bang! World Tour, o Roxette toca pela primeira vez na China, sendo o segundo grupo de pop rock a se apresentar por lá. A turnê rende ainda um vídeo, "Live in South Africa", gravado em Joanesburgo. No Brasil e no Japão, é lançado o álbum Rarities, com gravações raras da dupla e um novo single, "Vulnerable", que foi lançado junto com essa coleção em 1995, mas faz parte do Crash! Boom! Bang!. No Reino Unido, "The Look" é relançada, agora como "The Look '95". Neste mesmo ano, a banda entra em estúdio novamente para a gravação de quatro faixas, que saem na coletânea Don't Bore Us - Get To The Chorus (Roxette´s Greatest Hits).

Nenhuma destas quatro novas canções chegou a fazer sucesso e isso foi creditado à má vontade da EMI em promover a coletânea. Com isso, rumores de que o grupo estaria deixando a gravadora começaram a aparecer na imprensa mundial. Nesse meio tempo, Per aproveita que seu antigo grupo, o Gyllene Tider, estava em alta e resolve sair em turnê com seus antigos companheiros. Marie, por seu lado, lança o seu quarto trabalho solo I En Tid Som Var. Já em 1996, é lançado o disco Baladas en Español, uma coletânea com as baladas do Roxette cantadas em espanhol voltado para os países latinos. Em 1997, a dupla continua de férias. Per lança mais um disco solo, dessa vez em inglês, intitulado The World According To Gessle, e finalmente o Roxette renova seu contrato com a gravadora EMI, agora por mais 10 anos. O primeiro resultado desta renovação é o relançamento mundial do primeiro disco, Pearls of Passion, antes só lançado na Suécia, e agora com oito faixas bônus.

Em 1998, a dupla volta ao estúdio, para a gravação do novo álbum, que sai somente um ano depois, em 1999. "Wish I Could Fly" é o primeiro single deste novo álbum, chamado Have a Nice Day. A banda então resolve sair pelo mundo para fazer a divulgação do álbum, passando inclusive pelo Brasil, onde gravam várias participações em programas de TV e rádio. "Wish I Could Fly" é muito bem recebido pelos fãs e se torna uma das músicas mais tocadas no mundo em 1999, mas o single seguinte, "Anyone", não foi tão bem nas paradas. Somente com o terceiro single, "Stars", é que se pode dizer que a banda volta definitivamente às paradas. É lançado também mais um disco voltado para o mercado latino: desta vez, uma reedição de Have a Nice Day, contendo três versões especiais em espanhol.

Em 2000, Marie lança uma coletânea com músicas de seus trabalhos solo e, graças a um contrato com a gravadora Edel, Don't Bore Us - Get To The Chorus, coletânea de 1995, ganha uma nova edição e é lançada nos Estados Unidos. Este relançamento leva a dupla novamente para a América do Norte, onde se apresentam em algumas cidades.

Em 2001, é lançado um novo trabalho de inéditas do Roxette, o álbum Room Service, com o single "The Centre of the Heart" sendo lançado na Europa. No Brasil, a estratégia da gravadora é outra e a música escolhida para divulgar o novo trabalho é "Milk and Toast and Honey", que entrou na trilha sonora da novela Um Anjo Caiu do Céu e se tornou um dos maiores hits do Roxette no país. Novamente eles saem em turnê pela Europa e lançam o primeiro DVD da banda, chamado All Videos Ever Made & More, com 40 clipes e dois documentários sobre o Roxette.

Em 2002, Per Gesle participa da coletânea The Song Ramones The Same, uma homenagem aos Ramones, com a música "I Wanna Be Your Boyfriend". Marie lança um box contendo 5 CDs remasterizados e mais um bônus envolvendo toda a sua carreira solo. Em setembro deste mesmo ano, o Roxette lança mais um single, "A Thing About You", e toma um grande susto: depois de sentir uma tontura e cair no banheiro de sua casa, Marie Fredriksson é diagnosticada pelos médicos e eles descobrem que ela tem um tumor no cérebro. Marie passa por uma delicada cirurgia, mas tudo corre bem. No final de 2002, é lançada a coletânea The Ballad Hits e a biografia da banda, "The Look For Roxette".

Já em 2003, sai a segunda parte da coletânea de 2002, agora The Pop Hits, contendo os hits mais dançantes da dupla. E junto com a coletânea veio um novo single, "Opportunity Nox".

Depois do lançamento das duas coletânas, foi lançado um DVD em 2004, com o título Ballad & Pop Hits - The Complete Video Collection e depois disso a dupla se afastou do cenário musical mundial, para cuidar da saúde e trabalhar em projetos solo.

Afastados dos palcos, mas não das paradas de sucesso, no final de 2006 o Roxette lança um novo single para comemorar seus 20 anos de estrada: "One Wish", que ganhou um clipe dirigido por Jonas Åkerlund. Com Marie já recuperada da doença e da cirurgia, a dupla faz algumas apresentações em programas de TV, para divulgação da caixa comemorativa The RoxBox - Roxette 1986/2006, e nova coletânea, A Collection Of Roxette Hits! Their 20 Greatest Songs!, que ainda ganha mais um single em janeiro de 2007, "Reveal".

Depois de anos afastados dos palcos, em 2009 a dupla anuncia numa conferência de imprensa que vai se apresentar no festival "Night of The Proms". Eles se apresentam por várias partes do mundo tocando seus quatro maiores sucessos, orquestrados: "The Look", "Listen To Your Heart", "It Must Have Been Love" e "Joyride". Durante esse tempo, novas ideias e canções surgem e o Roxette decide gravar um novo trabalho.

Logo no início de 2010, Per e Marie entram em estúdio e dão início ao processo de criação do novo álbum. Per Gessle revela em uma entrevista que eles estavam trabalhando em 16 canções e que o resultado vem sendo matador. Sobre o estilo das canções, ele afirma que elas soam como um "Look Sharp" moderno, cheio de duetos como "Dangerous" e "Dressed For Success". Em agosto de 2010, eles tocaram "The Look" na cerimônia de casamento da Princesa da Suécia, Victoria.

Uma série de shows incluindo Suécia, Dinamarca, Noruega e Rússia é agendada pra 2010. Esses são os primeiros concertos completos que o Roxette faz desde a Room Service Tour, 9 anos antes. Os shows são uma espécie de "teste" para uma possível turnê mundial em 2011, após o lançamento do novo álbum. No final de outubro de 2010, o Roxette anunciou que sairia em turnê mundial novamente. No press Release oficial, Per Gessle diz que a tour "é um grande milagre" e Marie se declara "ansiosa para ver seus fãs novamente".

Após muita especulação, no dia 3 de dezembro de 2010, Per Gessle e Roxette anunciam no Twitter seus mais novos lançamentos: o single "She’s Got Nothing On (But The Radio)", que foi lançado em 07 de janeiro de 2011, e o novo álbum intitulado Charm School, que chegou às lojas em 11 de fevereiro de 2011.

No anos seguintes, a banda lançaria mais dois álbuns: Travelling (2012) e Good Karma (2016). A banda planeava lançar mais material de estúdio a seguir a Good Karma, mas a saúde de Marie se deteriorou e esses mesmos planos foram cancelados.

Marie acabou por falecer em 9 de dezembro de 2019, aos 61 anos, depois de uma longa batalha contra um tumor cerebral.